Projeto Integração Lavoura-Pecuária será desenvolvido pelo Sindicato Rural e tem inscrições abertas

Em parceria com o Sebrae-RS, Senar-RS, Farsul e Cotrijal, o Sindicato Rural de Não-Me-Toque irá desenvolver o Projeto Integração Lavoura e Pecuária (ILP) para cerca de 80 produtores rurais.


O projeto faz parte do Programa Juntos para Competir - ação que visa organizar e desenvolver as principais cadeias produtivas do Rio Grande do Sul - e é direcionado para produtores que já possuam em suas propriedades tanto a produção de grãos quanto pecuária de corte, com faturamento máximo por CPF de R$ 4.800.000,00.


Com foco na produção integrada de grãos e bovinos de corte, o ILP, também conhecido como SIPA - Sistemas Integrados de Produção Agropecuária, consiste na exploração de cultivos agrícolas intercalados a fases pastoris - produção animal - de forma integrada, em rotação ou sucessão, na mesma área e em épocas diferentes, com vistas a explorar interações entre solo, planta, animal e atmosfera.


No sistema são adotadas práticas racionais de uso do solo, manejo de pastagens, uso eficiente de insumos, comportamento animal e todos os aspectos técnicos das produções.


Dentre os principais resultados alcançados está o aumento de produtividade por área e aumento de rentabilidade, além é claro, do melhor aproveitamento de nutrientes, redução de uso de insumos, menor incidência de pragas, doenças e plantas indesejáveis e maior eficiência no uso de maquinário e pessoal.


Outro benefício da integração lavoura-pecuária é a diversificação de atividades na propriedade, onde o produtor deixa de ser dependente de apenas uma matriz produtiva e passa a contar com mais de uma fonte de receita, havendo redução do risco da operação agropecuária, já que uma atividade pode compensar a outra.


O engenheiro-agrônomo Ricardo Copetti, de Santo Ângelo/RS, trabalha com o sistema integrado há quase cinco anos. Ele faz a recria e a terminação dos bovinos de corte, além de cultivar soja, trigo, milho e aveia. – Eu estava insatisfeito com os resultados da minha atividade [produção de grãos], mesmo com mão de obra, maquinário e oferta de espaço na propriedade. Eu sempre quis mais, então tive oportunidade de conhecer o sistema e decidi implantar. Hoje os resultados são satisfatórios financeiramente – relata o produtor.


Os participantes do projeto receberão consultorias individuais gratuitas com um técnico especializado em sistemas integrados, através de visita mensal na propriedade, além de cursos, dias de campo, rodadas de negócio e encontro de resultados, durante o período de 4 anos, prazo necessário para implantação do projeto e efetivação dos resultados.


Poderão participar desta turma do ILP produtores rurais dos seguintes municípios: Não-Me-Toque, Victor Graeff, Lagoa dos Três Cantos, Carazinho, Tapera, Selbach, Espumoso e Colorado.


Não é necessário ser associado ao Sindicato.


A previsão de início do projeto é para os meses de maio ou junho.


As inscrições podem ser feitas no Sindicato Rural de Não-Me-Toque, presencialmente ou através dos telefones 54 3332-1621 e 54 98429-7166 (WhatsApp) ou na Cotrijal.


No arquivo abaixo você pode conferir cases de sucesso de ILP.

ILP
.pdf
Download PDF • 3.56MB

Informações à Imprensa:

Sindicato Rural NMT

Redação: Ana Cláudia Stumm

54 3332-1621/ 54 98429-7166

sindiruralnmt@dgnet.com.br

facebook.com/sindicatoruralnmt

instagram.com/sindicatoruralnmt

logo_topo.png

Um site de @Stefano Santos, PortalNMT | Sindicato Rural de Não-Me-Toque 2020 | Todos os direitos reservados 

Clique aqui para falar com a gente!