Produtor Rural assumirá Incra no RS

Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Rio Grande do Sul pretende fazer uma ampla vistoria nos assentamentos rurais existentes no Estado para verificar se os assentados estão produzindo. O objetivo é que assentados em situação irregular e que não estejam produzindo sejam identificados e os lotes retomados para entrega a pessoas que estejam na fila para receber terra. O mapeamento de assentamentos e de áreas indígenas e quilombolas é um dos desafios do veterinário e produtor rural de São Gabriel Tarso Francisco Pires Teixeira, 67 anos, novo superintendente do Incra no Estado.


Presidente do Sindicato Rural de São Gabriel há 15 anos e vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), há 13, Tarso Teixeira é uma das principais lideranças do agronegócio no Estado. Nascido em São Sepé e radicado na Terra dos Marechais, Tarso também tem ligação com o Coração do Rio Grande, onde estudou no Colégio Marista Santa Maria de 1966 a 1969. Sem filiação partidária, Tarso teve sua indicação respaldada por entidades rurais, entre elas a própria Farsul, por sua ligação com o setor.


A confirmação de que ele será o novo superintendente do Incra foi feita pelo secretário especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Antônio Nabhan Garcia. Tarso só aguarda a nomeação no Diário Oficial para assumir sua nova função no escritório regional do instituto, em Porto Alegre. O produtor renunciou à presidência do Sindicato Rural, mas vai permanecer na vice-presidência da Farsul, onde coordena a Regional 2.


Em sua trajetória profissional, Tarso desempenhou funções como técnico da Secretaria Estadual de Agricultura, diretor industrial e comercial da antiga Cooperativa Rural Gabrielense (Corugal) e diretor geral da Cooperativa de Carnes Rio Vacacaí (Cooriva).




logo_topo.png

Um site de @Stefano Santos, PortalNMT | Sindicato Rural de Não-Me-Toque 2020 | Todos os direitos reservados 

Clique aqui para falar com a gente!