top of page

Grupo da ATeG Leite do Sindicato Rural participa de Seminário de Leite do Senar

Enquanto o leite chega fresquinho e com qualidade na mesa das famílias brasileiras, cresce o desafio para que produtores rurais permaneçam na atividade, trabalhando de forma a reduzir impactos e custos na produção, atuando de forma sustentável e ainda obtendo lucro. A meta no momento atual é intensificar a produção com maior eficiência e usando menos recursos. E hoje sabe-se que sem boa gestão e manejo, integração lavoura-pecuária e bom uso dos recursos tecnológicos isso pode ser impossível.


Para abordar estas questões, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS) promoveu o Seminário Bovinocultura de Leite: Gestão e Manejo, em Lajeado/RS, no dia 29 de junho.

O evento contou com a presença de produtores de leite, produtores assistidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar, técnicos e instrutores do Senar, e estudantes das ciências agrárias, além de autoridades de toda região. Alguns dos participantes do grupo de ATeG Leite do Sindicato Rural de Não-Me-Toque, que engloba produtores da região de Não-Me-Toque, Victor Graeff e Lagoa dos Três Cantos, juntamente com a técnica responsável e veterinária Jenifer Cortez, também prestigiariam o evento.


O seminário abordou dois temas: Gestão e Manejo. O primeiro painel aconteceu pela manhã, com a palestra “Pastagem, Gestão e Lucro - Como saber se minha propriedade está no caminho certo?”, ministrada pelo engenheiro agrônomo do Paraná, Juliano Alarcon, conhecido como “Dr. Pastagem”; e em seguida com o agrônomo Wagner Beskow, que palestrou sobre o “Leite como gerador de renda e qualidade de vida na experiência dos sobreviventes”. A moderação foi do superintendente do Senar-RS, Eduardo Condorelli.


Na parte da tarde, o painel que envolveu o manejo foi moderado por Herton Lima, coordenador de formação profissional rural do Senar-RS, e contou com a palestra “Terneira, uma máquina em construção”, da médica veterinária Angela Balen e “Como extrair o potencial de uma silagem de alto padrão de qualidade”, com o engenheiro agrônomo Dimas Cardoso de Minas Gerais.


Além disso, a médica veterinária e técnica de campo da ATeG Leite, Edinara Lima, vencedora do prêmio Nacional ATeG Gestão e Resultado 2022, promovido pelo Sistema CNA/Senar, apresentou o caso de sucesso do Programa ATeG de Leite da Família Klipel de São José do Ouro/RS, junto da proprietária Idenilse Klipel.


Durante as palestras foi aberto espaços de debates e perguntas.


A técnica da ATeG, Jenifer Cortez, avaliou o seminário como uma oportunidade para debater sobre os aspectos e áreas de impactos dentro da propriedade leiteira e conhecer novos métodos e tecnologias para aprimorar a produção. “Foi apresentado métodos de manejo e gestão da atividade leiteira que auxiliam no controle de custos e eficiência e contribuem para aumento de produtividade e permanência dos produtores na atividade, além de um momento valioso de trocas de experiências”, relatou Jenifer.


A presidente do SR, Teodora Lütkemeyer, agradeceu ao grupo pela participação e representação do Sindicato na ocasião, destacando a importância de eventos como este: “Sabemos o quanto o trabalho diário dos produtores de leite é intenso e corrido, mas tirar um tempo para buscar conhecimento é fundamental, pois agrega aprendizados para posterior utilidade na atividade. Parabéns ao grupo pela participação”, disse Teodora.

 

Informações à Imprensa:

Sindicato Rural NMT

Redação: Ana Cláudia Stumm Foto: Arquivo SR e Luís Fernando Wagner

Contato: 54 3332-1621

Site: sindiruralnmt@dgnet.com.br

Facebook/Instagram/Linkedin: @sindicatoruralnmt

Clique aqui para falar com a gente!
bottom of page