Farsul pede alteração na política de preço mínimo ao Mapa

Solicitação foi encaminhada à ministra Tereza Cristina nesta segunda-feira

A Farsul encaminhou, nesta segunda-feira (15/3), um documento à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina onde pede a substituição de um trecho do Manual de Crédito Rural (MCR) relativo à Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM). A razão está na grande diferença entre os valores praticados no mercado e os preços mínimos estipulados pelo governo. No caso do arroz, por exemplo, a variação chega a 111,55%, dificultando o exercício do Financiamento Especial para Estocagem de Produtos Agropecuários (FEE - antigo EGF).

Os produtores estão tendo dificuldades de fazer o FEE e preferindo produtos bancários dentro do crédito livre, que apesar de maiores juros, exigemm menos garantias. Isso acaba por comprometer o bom funcionamento da política agrícola.

A solicitação é que no item 3-4-13 do MCR onde diz que "o FEE tem como base o preço mínimo dos produtos amparados pela Política de Garantia de Preço Mínimo...", seja substituído por "O FEE tem como base o preço estipulado pelo agente financeiro que não poderá ser inferior ao preço mínimo dos produtos amparados pela Política de Garantia de Preço Mínimo...". A justificativa da entidade é de que os riscos relativos à operação são dos agentes financeiros que podem estipular preço base na busca por competitividade.

Confira documento enviado ao Mapa.


Fonte: Imprensa Sistema Farsul






logo_topo.png

Um site de @Stefano Santos, PortalNMT | Sindicato Rural de Não-Me-Toque 2020 | Todos os direitos reservados 

Clique aqui para falar com a gente!