Assistência Técnica e Gerencial começará a ser aplicada em propriedades rurais gaúchas

A partir deste mês de fevereiro, o Senar-RS, em parceria com os Sindicatos Rurais, implementará no estado do Rio Grande do Sul atendimentos a propriedades rurais, por meio da Assistência Técnica e Gerencial – ATEG.


O projeto visa a consultoria gerencial associada à adequação tecnológica das propriedades, que auxiliem o produtor rural a obter melhores resultados técnicos e econômicos na sua atividade produtiva, priorizando a gestão da atividade de forma eficiente.


Cada Sindicato Rural poderá formar uma turma de produtores rurais, que será acompanhada por um técnico de campo, com visitas mensais individualizadas durante 24 meses, disseminando conhecimento e implementando melhorias conforme as necessidades de cada participante.


O programa não terá custo aos participantes e a expectativa é atender 10 mil produtores rurais em todo o RS até o fim do ano, totalizando 120 mil visitas técnicas realizadas por 400 profissionais habilitados em quatro cadeias do agronegócio: bovinocultura de corte e de leite, ovinocultura e agricultura (grãos).


De acordo com o presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, o programa reflete a evolução da agricultura brasileira, que atingiu excelência em termos de produtividade e agora busca aumentar a eficiência da gestão. “Com esse programa, temos a oportunidade de levar aos nossos produtores rurais o conhecimento de como ele pode ser economicamente eficiente. Produzir por hectare nós sabemos, e muito bem, mas precisamos saber os números daquilo que é efetivo para que o produtor possa colocar lucro no bolso, pois atividade econômica sem lucro está fadada ao fracasso” disse Gedeão.


O Sindicato Rural de Não-Me-Toque optou pela cadeia produtiva de agricultura (grãos) e inscreveu 30 produtores com propriedade nos municípios de Não-Me-Toque, Victor Graeff e Lagoa dos Três Cantos.


Para apresentar oficialmente o programa aos inscritos e realizar um momento de integração, foi realizado na noite desta terça-feira (11) na Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque uma reunião com os participantes. O Supervisor de ATeG do Senar, Gelso Dal Bello, explanou sobre os atendimentos, abordando os objetivos previstos e a metodologia que será adotada, além de esclarecer dúvidas. Ainda não há data definida para início das atividades em Não-Me-Toque, mas acredita-se que em torno de 60 dias os participantes já poderão contar com as visitas técnicas.


A Presidente do Sindicato Rural de Não-Me-Toque, Teodora Lütkemeyer, agradeceu a participação dos produtores e parabenizou-os pela iniciativa. “É muito gratificante ver que nossos produtores estão interessados no aperfeiçoamento de técnicas para a melhoria de suas propriedades. Tenho certeza que o ATeG auxiliará positivamente em muitos quesitos, trazendo inúmeros benefícios aos envolvidos”, salientou Teodora.


Estavam presentes na reunião: Presidente do SR de Não-Me-Toque – Teodora Lütkemeyer; Supervisor de Ateg do Senar – Gelso Dal Bello; representante da Casa Rural – Ernani Bernardi; Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Não-Me-Toque – Maiquel Junges; Presidente do STR de Victor Graeff – Volnei Schreiner; Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Não-Me-Toque – Pedro Paulo Nienow; e representantes do Sicredi Cooperação, que foi parceiro na divulgação e inscrições.




Sindicato Rural NMT Texto: Ana Cláudia Stumm 54 3332-1621/ 54 98429-7166 sindiruralnmt@dgnet.com.br facebook.com/sindicatoruralnmt instagram.com/sindicatoruralnmt


logo_topo.png

Um site de @Stefano Santos, PortalNMT | Sindicato Rural de Não-Me-Toque 2020 | Todos os direitos reservados 

Clique aqui para falar com a gente!