top of page

23ª Expodireto Cotrijal inicia com a expectativa de bater recorde de negócios


O clima de otimismo prevaleceu na abertura oficial da 23ª Expodireto Cotrijal, na manhã desta segunda-feira (6), em Não-Me-Toque. A Presidente do Sindicato Rural de Não-Me-Toque, Teodora Lütkemeyer, acompanhou a cerimônia.


Mesmo com a estiagem que assola o Rio Grande do Sul e com a ausência de novas linhas de crédito para os produtores rurais, a cerimônia passou a sensação de que o agronegócio vai, mais uma vez, conseguir superar os obstáculos - o que deverá ser comprovado no final desta edição da feira.


O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, iniciou seu discurso afirmando que esta será a melhor e maior das edições da Expodireto Cotrijal. Ano passado, a feira recebeu 263 mil visitantes e foi marcada por uma comercialização superior a R$ 4,9 bilhões.

“Aqui na Expodireto encontramos a melhor tecnologia, inovação e oportunidade de negócios. A Expodireto é uma exposição de negócios, inicia às 8h e termina às 18h, não tem bebida alcoólica, aqui vem se buscar informação, desenvolvimento e reivindicar soluções políticas não partidárias, mas políticas para o agronegócio”, disse Manica.


A abertura oficial contou com a presença do ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, que destacou que o governo federal está de portas abertas para o diálogo e que foram repassados, emergencialmente, R$ 430 milhões para medidas contra a estiagem em cidades gaúchas. Contudo, destacou que é preciso mais.

“Esta feira, que já é reconhecida, mundialmente, como uma grande vitrine de tecnologia e da indústria de equipamentos e máquinas agrícolas desta região do Brasil, merece linhas de crédito para que nós possamos continuar incentivando o crescimento tanto no campo da eficiência de equipamentos novos, mas também o crescimento das cidades com a geração de emprego e oportunidades”, disse Fávaro.


Mais linhas de crédito e defesa da propriedade privada

O ministro afirmou que linhas de crédito acessíveis ainda não estão disponíveis porque o país enfrenta dificuldade em relação a taxas de juros, mas uma linha de crédito de US$ 5 bilhões está semi-estruturada com taxas de juros mais reduzidas.

Fávaro foi aplaudido pelo público quando afirmou que, em hipótese alguma, o governo federal irá compactuar com invasão de terra produtiva.

“Se nós repudiamos os atos de 8 de janeiro, na invasão do Congresso Nacional, temos que repudiar também os atos de invasão de terra em área produtiva. Não é assim que se constrói uma nação soberana, que cumpre as leis e respeita o direito individual”, disse o ministro.


Da mesma forma, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, afirmou que é fundamental o respeito à propriedade privada, a fim de que se tenha um ambiente com riscos absolutamente reduzidos.

"Se houver qualquer tipo de desrespeito e de ataque à propriedade privada, imediatamente, a polícia agirá”, disse Leite, que também foi aplaudido pelo público.


Expressão econômica e desenvolvimento além da feira

O governador ainda afirmou que confia no sucesso desta edição da feira, independente dos resultados de comercialização.

“A expressão econômica vai muito além do que será contratado aqui durante a exposição. A troca de conhecimento, a observação de novas práticas para ganhos de produtividade, a tecnologia que vai chegando cada vez mais ao campo e que aqui na Arena Agrodigital será exposta, tudo isso gerará efeito econômico para além do período da Expodireto”, afirmou Leite.


A abertura oficial da feira ocorreu no Auditório Central do Parque da Expodireto Cotrijal, que recebeu um grande público, dentre autoridades, expositores e imprensa. Estiveram presentes o senadores Luis Carlos Heinze, Hamilton Mourão e Tereza Cristina; o presidente da Assembleia Legislativa, Vilmar Zanchin; a embaixadora da República de Gana no Brasil, Abena Pokua Adompim Busia; o prefeito de Não-Me-Toque, Gilson dos Santos; além de secretários de Estado e deputados federais e estaduais.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal



Clique aqui para falar com a gente!
bottom of page